domingo, 21 de outubro de 2012

Primeiro dia do IV Famu - Considerações.



Antes de iniciar as considerações a cerca do IV FAMU (Festival Anapolino de Musica), é importante parabenizar a prefeitura da cidade de Anápolis e a Secretaria de Cultura, juntamente com os parceiros Ana Shopping e Coletivo Pequi pela iniciativa, e admirar a grandiosidade dessa edição que se empenharam a produzir. 

O Som

Nesta edição podemos notar que os músicos tiveram a sua disposição equipamentos da maior qualidade. Em minha opinião, a equalização foi um tremendo fracasso na maioria das apresentações: não se escutava a caixa da bateria e o chimbal, atrapalhando significamente todos os grupos que tocaram. Alguns microfones deixaram as vozes com uma proporção insignificante, e somente em algumas bandas se escutava o baixo. 

Iza Valentim (interpretado por outra pessoa)
Foi o primeiro a se apresentar e cometeu vários erros, um deles foi tentar explicar a música antes da execução, lembrando que em alguns festivais isso é expressamente proibido. A música por si deve se resolver sozinha, transparecendo que os jurados e o público seriam incapazes de entendê-la. Lendo a letra, conseguiu várias vezes engasgar, demonstrando que o mesmo mal conhecia a música de autoria de outra pessoa, segundo ele sua amiga. Destaque para o baixista que mal se moveu, dando a impressão de estar paralisado transmitindo assim toda emoção contida na letra.

Celso Galvão
Fez uma apresentação simplória sem nenhum requinte. Leu a letra, que por si só em festival é um pecado imperdoável. O baterista fez umas viradas nada a ver. Faltou algo que chamasse a atenção, parecia que estava tocando numa churrascaria e não somou nada a letra, que também não era de grande destaque.

Davi Pedro Saad
O garoto que foi perguntado pelo apresentador quantos anos tinha de música e este disse uns dez anos, mal moveu os lábios a música inteira e ninguém escutou nada. Com certeza a música não era dele e dava pra perceber que nunca tinha cantado nem no chuveiro. A música repetitiva com uma fraquíssima banda que executou arranjos bem fora do contexto. Esses foram um dos piores da noite.

Chapéu de Palha
Foi uma das melhores apresentações vista nesse dia, levando em consideração a estrutura rítmica com variações bem colocadas e arranjadas. Foi uma pena não conseguirmos entender nada da viola tocada por falta de volume. O vocalista teve uma ótima apresentação. Não foi possível entender uma boa parte da letra cantada, porém com boa melodia. 

Banda Gamine
Nessa banda havia sim algo que chamou a atenção dos homens, óbvio: uma banda formada só por garotinhas bonitas, que com exceção da vocalista, bastante afinada, estão todas iniciando no mundo da música. Musicalmente fraquíssima uma canção tipo Pitty, só que sem a pegada de bateria e muito menos uma boa marcação de um baixo. O baixo e o bumbo da bateria não acertaram uma, a guitarrista, para horror de todos os músicos, fez um solo tão ruim, lento, sem feeling, morto, que Jimi Hendrix se envergonharia com tremenda falta de criatividade.

Banda Iranya
Apresentação difícil de escutar, uma guitarra com distorção tipo Zoom 505, o péssimo baterista fora do tempo e o baixo ninguém escutou, porém o baixista ainda teve um grande papel na má apresentação: fez um back vocal horrível que se já estava ruim até aquele momento, jogou a música com uma letra medíocre ladeira a baixo.

Ismar Ferrais
Cantou uma daquelas melodias que você sempre acha que já escutou bastante: previsível. Destaque para o baterista que entrou errado na música fazendo com que os outros músicos ficassem doidos para achar onde estavam. Ouve um solo de guitarra que ninguém escutou. Foi hilário ver o cara com uma guitarra Flying V tocar uma coisa meio Falamansa.

Mute
Foi bastante interessante ter quatro vozes, só que precisavam estar divididas para se justificarem no palco. A banda estava notoriamente desentrosada: o baixo tocou a música em outro tom, ou seja, um tom só dele. Microfones estavam baixos. Pelo porte da banda se esperava mais.

Paulo Nascimento
Cantou uma música simples, porém sem chamar atenção por ser muito repetitiva. A garotinha cantou alguns trechos só para participar mesmo. A minha impressão é que ela subiu ao palco só por ser uma criança engraçadinha e isso não somou musicalmente. O violão, como em todas as apresentações, agudo ao estremo. 

Adhemar Quintanilha
Teve uma boa apresentação, com violão bem tocado e frases interessantes. Deu umas deslizadinhas na voz e uma melodia sem nenhum grande desafio. Uma letra com rimas pobres e piegas, e um refrãozinho mixuruca sem condição de continuar na competição.

Suellen Maia
Música Gospel sempre traz algo bacana, com grandes cantoras e ótimos instrumentais. Dessa vez ficou devendo: um violino fora do tom. A vocalista começou bem e nas partes mais altas quase alcançou as notas, faltou pouco. O instrumental ficou devendo muito, o tecladista errou algumas notas que se destacaram.

Grupo Afal
O casamento foi bem entre os dois vocalistas, a batida bem colocada, a garota extremante afinada, o rapaz abusou da licença poética usando expressões de linguagem coloquial que incomodava os ouvidos dos que estavam assistindo.

Blezz
Não chamou a atenção e até abrirem a boca todos achavam que teríamos uma dupla de pop, porque não representavam o estilo do ritmo apresentado. Não empolgou e foi desinteressante e, muito aquém daqueles que defendiam o mesmo esquema.

Luismar Doca (Sertanejo)
A proposta do sertanejo foi bem, a banda um pouco desencontrada, mas o vocal foi forte e decisivo. A letra normal do sertanejo sem grandes considerações.

Calango Bandido
A coisa mais tosca que eu já vi. Quando começou, achei que seriam os ganhadores da noite, mas passou alguns instantes e após o vocalista abrir a boca achei que a organização do evento estava de sacanagem: muita merda. A letra insignificante e a melodia doída, sem contar três minutos de solo que apesar de bem feitos foram sem propósito na música. O baixista, não se sabe, não saiu nos PAs e só vimos sua performance corporal.

Pesa Nervos
Teve um dos melhores instrumentais da noite, dando destaque ao guitarrista que colocou bons solos na canção que tocou e em mais algumas bandas. Sobre a letra não há como falar, já que o microfone do vocalista estava quase sem volume, mas deu para perceber que ele estava semitonando em algumas partes.

Oreganos
Definitivamente não podemos chamar aqueles quatro rapazes de banda. A música começou em um tempo, e contrariando a regra, eles conseguiram diminuir a levada da música. Baterista inexperiente, sem tempo e pegada. O guitarrista base fraco, já o guitarrista solo não se escutava, mas se também estava no mesmo esquema, melhor não ter escutado. O baixista/vocalista se perdeu, cantou com uma péssima dicção e o pior: a letra pobre com rimas pavorosas.

Banda Garboso
Quando começou, pensei que era uma banda de metal e estavam indo bem até entrar o vocal. A música se mostrou péssima e o vocalista cantou desafinado, afogando nas suas palavras. A baterista mediana entrou no vocal, piorando. Essa foi uma das piores da noite. Difícil de escutar.

Lady Lanne
Corre um boato que eles já ganharam esse mesmo festival numa outra edição. A banda deve ter mudado bastante, já que apresentou um ótimo instrumental e um vocalista cover da banda Vanguart, só que bem mal feito. Uma letra extremamente pobre que faria o Restart ser considerado um Bob Dylan brasileiro. O vocalista além de péssimo cantor, gritava no microfone demonstrando sua falta de dinâmica. Acho que um dos motivos para justificar a ser a apresentação final, é justamente o fato do microfone usado pelo vocalista provavelmente ter ficado ensopado depois de tantos gritos, tornando-o insalubre aos outros concorrentes da noite.

45 comentários:

  1. Ao fazer considerações tão ríspidas o mínimo que se pode fazer é assinar o texto. Quem assina esse texto?! Caro colega de comunicação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Lucas Lanne, este é um blog pessoal e de opinião musical, se não assinei ainda o texto, tenho meus motivos que no momento apropriado serão divulgados.

      Excluir
  2. Uma pessoa sem totalmente sem caráter e sem nenhum pingo de profissionalismo, o máximo que podemos fazer é desconsiderar esse blog ridículo juntamente com esse post sem cabimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiro, se você quiser desconsiderar este blog, simplesmente desconsidere, não precisa anunciar isto. Segundo, não é falta de caráter expressar minha sincera opinião, e sim dar tapinhas nas costas por apresentações tão medíocres. Terceiro, sobre a falta de profissionalismo do blog, não vi onde se aplica. Não faço nenhuma denúncia que precise ser comprovada ou ataco quem quer que seja, como disse, este é um blog de opinião pessoal.

      Excluir
  3. Deve ter sido escrito por um tipo de pessoa que não sabe o que é fazer crítica. Que acha que criticar é utilizar sua opinião como verdade absoluta, e fazendo comparações humilhantes aos músicos. É uma pessoa que se entende de música de verdade, deveria ter feito uma e se inscrito no festival. Não é mole estar lá em cima, e a última coisa que os músicos precisam ouvir é este tipo de "crítica".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem contar os erros de português GROTESCOS que tiram toda credibilidade do "escritor".

      Excluir
    2. João Paulo Ferreli, a crítica é uma opinião parcial sobre algo, o que define se uma crítica é boa ou ruim é a qualidade de seus argumentos. Para expressar minha opinião sobre o FAMU não é preciso que eu inscreva apenas assistir a apresentação. A partir da hora que um artista se inscreve em um festival e sobe ao palco para se apresentar, ele não está apenas colocando o seu trabalho na avaliação dos jurados, mas a toda a comunidade presente. Ele irá receber boas e más críticas, caso não consiga assimilar as más, não é conveniente que ele mostre seu trabalho para além do seu próprio quarto.

      Excluir
    3. Obrigado pelo comentário dos erros de português. Irei tentar achá-los e corrigi-los. Isto é uma crítica e o que eu faço com ela é o que me define. E agradeço por ter lido todo o texto.

      Excluir
    4. Cada um tem o direito de achar o que quiser, claro com limitações... Não vi a apresentação, mas achei os comentários um pouco pesados sim, poderia ser escrito com palavras mais selecionadas.

      Excluir
  4. Isso é sério? "Corre o boato que eles já ganharam esse mesmo festival numa outra edição"? Então você quer fazer uma crítica sobre um festival e não vai atrás pra saber a história de quem ganhou, quem participou, como foi, etc... Não consegue separar os estilos distintos de cada banda, menospreza a musicalidade dos artistas de Anápolis, faz comparações no mínimo idiotas e ainda não tem coragem de assinar o próprio texto! Me desculpe, mais o pior do FAMU até agora, foram esses seus comentários sem fundamentos, de uma pessoa que parece não entender absolutamente nada de música!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hank, me desculpe, mas eu não preciso conhecer a história do festival para avaliar esta edição, no máximo isto seria necessário para compará-los.

      Excluir
  5. A pessoa não tem credibilidade alguma já que não se identificou. Um post pobre com críticas que tem um tom de "ressentimento" entre os participantes. Era um festival de música e não um circo de interesses pessoais. Imagina se este cara estivesse avaliando Geraldo Vandré no festival de 68: "Letra com rimas retas por parte do autor com um violão nada expressivo que não acompanhava a voz e com um refrão muito fácil, tanto que os mais de 30 mil amigos que ele levou já sabiam a letra, sem contar que ele estava falando do júri que era competente e totalmente profissional. Sua música não será conhecida nem dentro de sua casa." É deste tipo de crítico que afunda Anápolis culturalmente. Se fosse bom mesmo teria no mínimo a decência de se identificar.

    ResponderExcluir
  6. Cade o profissionalismo nisso, um texto tedencioso e sem noção de respeito, todos la estavam lá batalhando pelo seu espaço,mostraram garra. Sim o evento pecou em algumas situações, como qualquer festival.
    Não pude ficar para o Lady Lanne, tive problemas pessoais, ja fui em dezenas de apresentações e sei que os caras mandam bem,o vocalista se destaca em varios sentidos, quanto o instrumental da banda, impecavel! É uma banda completa, diferente, a mais diferente que ja vi em palco.Foi um insulto e falta de respeito o que disse dos caras
    . Enfim apenas um critico que não sabe o que fala, so quer aparecer. Grupo Aftal me surpreendeu, Gamine idem. Na boa, não merece ser intituado como um critico, não soube criticar, sem ofender a parte. Na boa, Foi a critica mais idiota sem o minimo de noção que ja vi.
    .Como diz meu pai: Um critico tedencioso é um fracassado músico, caiu muito bem a você!

    ResponderExcluir
  7. Totalmente ridículo, normalmente críticos fazem críticas construtivas e não destrutivas, uma falta de respeito enorme aos músicos, esse tipo de ignorância bruta não deveria ser postado em um blog no qual desrespeita várias pessoas, isso só desperta a mágoa e provavelmente desanimo ao próprio artista, e já que é a sua opinião pessoal, não deveria ter postado isso em um blog com ligação ao nome da cidade. =]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O pior foi ter comparado RESTART com a lady lanne.

      Excluir
    2. Se você quiser só receber elogios, só apresente seu trabalho à sua mãe. Mas se você subir a um palco, saiba que as pessoas irão gostar ou não.

      Excluir
  8. Conte-nos então sobre o quão grã-fina é a sua banda! Fica explícito ao referir-se à "guitarra com distorção tipo Zoom 505" que alguma coisa o sr. toca. Ou não somos dignos de ouvir o seu som com distorção tipo "Keeley DS-1", seu baterista que é um metrônomo e seu baixista que toca mais alto que o everest? Juvenil.

    ResponderExcluir
  9. Pára tudo! Sinceramente não consigo entender a falta de tino musical, em assumir que o "festival" está pobre mesmo! Letras realmente muito fracas e intérpretes que poderiam melhorar! Claro que não é facil subir em em palco e se apresentar para o público e para os jurados, mas se vc não tem preparo, e propriedade para fazê-lo, não faça! Se vc não é capaz de ouvir críticas, e rever suas atitudes e melhorá-las, não dê sua cara a tapa! Na audição, no Anashopping, já se previa a pouca qualidade de material que o festival iria apresentar! Gente, sério, párem de tentar se defender e façam coisa melhor na apresentação de hj, ainda dá tempo! E não tentem virar o jogo,ou justificar sua falta de criatividade e musicalidade pelo simples fato do autor do texto não ter assinado o texto, isso não tem a menor importancia, visto que ele só disse a verdade!

    ResponderExcluir
  10. Ahh! Anápolis tem excelentes bandas, e cantores, entre esses algumas das bandas acima, mas que ontem, não demonstraram qualidade musical! Fica a dica!

    ResponderExcluir
  11. Parei de ler no "estremo". Parabéns ao "ex-critor".

    ResponderExcluir
  12. hahahaha quanta asneira, os argumentos (se é que podem ser chamados assim) entregam que, na minha opinião (e sim eu assino embaixo), o autor não tem conhecimento suficiente pra dizer o que disse. hahaha mas o legal da Internet é isso, hahaha

    Pedro Mauricio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. digo isso mesmo porque tinha tanta coisa mais importante pra falar mal do show da minha banda e das outras hahaha

      Excluir
    2. mas eu até acho legal a iniciativa de se manifestar assim, no anonimato, pois acho que isso garante um nível de sinceridade maior. Também achei legal alguém tirar seu tempo pra falar da minha banda euheuheuheheu me divertiu nessa tarde de domingo

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  13. Perde a credibilidade por se manter no anonimato. Não vejo motivos para nao revelar idenidade afinal ninguém aqui vai te bater, até como você disse são suas opiniões e todos são livres para ter e manifesta-las. Mas isso é meio que covardia né 'querido(a)'. Nunca vi no jornal "Opinião Pública" por um Anony. Mas enfim, sorte para as próximas postagens, amado(a);

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Comecei a ler achando que seria algo interessante, de qualidade e com respeito ao trabalho alheio e acabei de deparando com "considerações" sem nenhuma ética profissional e totalmente negligentes ... Isso sim é que é amadorismo, o que eu vi ontem foram pessoas batalhando por sua carreira com dedicação e empenho!

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Concordo plenamente com a opinião de quem fez o post. Essas bandas medíocres que se apresentaram no IV Famu só se apresentaram porque fazem parte da panelinha do Sr. Cozac e do Coletivo Pequi, presidido pelo Leo Carneiro. Muitas bandas de qualidade foram deixadas de lado por serem verdadeiros e se recusarem a fazer parte dessa sujeira. Por exemplo, uma das bandas que tocaram no festival tem integrantes que possuem parentesco com o prefeito Gomide. O cara que escreveu este post tem os meus parabéns. E quem achar ruim, que venha tirar satisfação comigo pessoalmente, se tiver peito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que ser muito macho par te peitar Carlos Magno. kkkkkkkkk

      Excluir
    2. E ae garfo!!! Panela do Leo Carneiro E Cozac??? Se informa um pouco mais antes de falar asneira publicamente!! Tem mais de 20 anos que vejo vc reclamar de tudo q é feito na cidade e não tem a capacidade de contribuir em nada pra fazer as coisas serem diferentes!! Até qdo vai ficar chorando??!! Se não está disposto a ajudar ou contribuir com alguma coisa evita fazer comentarios burros e desinformados!

      Excluir
    3. E Chamar os 20 artistas que subiram ao palco de Medéocre me cheira muito despeito de quem não tem competencia pra brigar pelo espaço de sua arte e vai morrer sendo uma oposição só por oposição, pq eu sou do mal e tenho que reclamar!

      Excluir
  18. a verdade é a verdade...
    o que é ruin é ruin..
    e o que é bom é bom..

    se o cara disse isso do concurso é porque ele viu isso la, se ele tivesse gostado seria diferente mas ele acho uma merda, entao pra ele foi uma merda.
    gostei dos comentarios em varios momentos eu concordei.

    ResponderExcluir
  19. Não sei pq falam pro cara escrever o nome dele, é apenas para ele não tocar em nenhum lugar mais aqui em Anápolis. Concordo totalmente com a panela citada pelo Carlos Magno. Ela há sim minha gente, por mais que dizem que não ela existe sim. E outra o autor do texto fez críticas pesadas sim, mas quem toca ai na cena da cidade sabe que muita coisa ai é real, só não tem peito pra admitir.

    ResponderExcluir
  20. acho que eu te conheço mano, ri demais do post, em alguns pontos eu tive certeza que ce tava falando sério, alguém tem que não gostar mesmo, se todo mundo falar que foi lindo o nível não aumenta. Só senti falta dum pouco de carinho no texto, assim fica parecendo que ce odeia todo mundo, parace que ce escreveu um twitte com 10000 caracteres

    ResponderExcluir
  21. Não tem como, os críticos sempre serão odiados pela maioria. Não seria mais fácil entender as críticas como incentivo? Ou será que as bandas querem ouvir apenas elogios? Poxa vida.

    ResponderExcluir
  22. Porra o cara quer que um rap fale um português bem falado?

    ResponderExcluir
  23. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  24. só sei que se essas opiniões não valessem nada não teria dado esse ibope todo! mto comédia essa briga!!! kkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  25. Opinião foi feita pra agradar ou não! cada um tem a sua, uma coisa é certa, todos te respeitariam se tivesse assinado! Dou os parabéns a organização do festival pelo menos no ultimo dia que eu pude acompanhar, a única coisa que mudaria seria os jurados não pelas pessoas, e sim por esses blá blá blá de marmelada, convocaria jurados que não tenha nenhum contato com nenhuma banda inscrita, ou que integrasse alguma banda da cidade, Ex: traria jurados de fora, de outra cidade.

    ResponderExcluir
  26. Parabéns, você conseguiu se mostrar um grande de um imbecil, simplesmente.
    Seu enorme conhecimento musical de nada lhe valeu por não saber valorizar o que esteve presenciando nesses dias de festival. Como crítico musical deveria saber falar o que faltou em cada apresentação e o que pode ser ressaltado, o que parece que não ocorreu, visto que só foram mencionadas críticas destrutivas aos participantes. Caso o seu nivel musical seja tão elevado para não reconhecer nada de chamativo nesses artistas, por favor, mude se para uma praça onde só tenham musicos profissionais e verdadeiros "virtuosis".
    Ás vezes o artista iniciante, pra poder melhorar, precisa só de um incentivo ou elogio.
    Pense a respeito.

    ResponderExcluir
  27. só corrigindo, não houve boato de que a Banda Lady Lanne ganhou uma edição anterior, ela já foi premiada no segundo FAMU, uma pergunta é quando saem as considerações do segundo dia? Valeu a pena ter lido, só é uma pena vc não ter se identificado, pois quem bate tem que estar preparado pra apanhar tb!

    ResponderExcluir